×
18/04/2022 07h38 Há 821 dias
Portuguesa derrota São Bento e é campeã

    A Portuguesa é tricampeã do Campeonato Paulista da Série A2. Após conquistar o tão sonhado acesso à elite do futebol estadual, a Lusa confirmou o título ao derrotar o São Bento por 2 a 0 na noite de ontem (17), no estádio do Canindé.     Os gols foram marcados por Naldo e Diego Sacoman, contra. O time da capital paulista entrou em campo precisando apenas vencer para ficar com a taça, já que arrancou um empate por 1 a 1 em Sorocaba, e assim o fez, confirmando o favoritismo após fazer a melhor campanha na primeira fase do torneio.

  O título é o terceiro da Portuguesa na competição, que já havia conquistado a taça nos anos de 2013 e 2007. A Lusa começa a se recuperar no cenário estadual e brasileiro após a forte queda nos últimos anos. Como era esperado, a Lusa, apoiada por sua torcida, começou botando pressão no Bentão no jogo aéreo, numa partida de marcação muito forte. Depois dos dez minutos, o time de Sorocaba adiantou a marcação e equilibrou o duelo      

    Bem fechado, o São Bento dificultou as ações do ataque luso, que teve muita dificuldade em fazer a infiltração. Um dos destaques da equipe, o atacante Luan esteve apagado. O São Bento, então, foi para o ataque e chegou com Gian, que isolou. A resposta foi na mesma moeda com Daniel Costa.
    Nos minutos finais do primeiro tempo, a Portuguesa começou a dar trabalho ao São Bento. Zé Carlos teve que aparecer para segurar arremates de Tauã e Naldo. Aos 43 minutos, não teve jeito. Após cobrança de escanteio de Daniel Costa, Naldo apareceu entre os zagueiros para cabecear no fundo das redes.
    No segundo tempo, a Portuguesa continou melhor e ampliou aos 16 minutos. Daniel Costa levantou a bola dentro da área. O atacante Luan disputou com o zagueiro Diego Sacoman, que acabou jogando contra o próprio gol. Com isso, a Lusa ampliou a vntagem.
    O São Bento tentou ir para o tudo ou nada. Enquanto isso, a Portuguesa seguiu atacante. Daniel Costa acionou Léo Castro. O atacante tocou com categoria e carimbou a trave do goleiro Zé Carlos.
    Nos minutos finais, Zé Carlos ainda salvou o que seria o terceiro gol da Lusa ao pegar o arremate de Geovani. E ainda deu tempo para Eduardo Diniz driblar o arqueiro e, com o gol vazio, jogar para fora.


    Foto: ALEXANDRE BATTIBUGLI/AGÊNCIA PAULISTÃO

Autoria: Fonte: Federação Paulista de Futebol