×
24/04/2022 09h26 Há 721 dias
Sada Cruzeiro vence Minas de virada pela Superliga

    No primeiro duelo da série melhor de três das finais da Superliga 1XBET o Sada Cruzeiro saiu na frente e garantiu uma vitória importantíssima de 3 sets a 2 sobre o Fiat Gerdau Minas. O confronto aconteceu na noite de ontem (23/04), no Ginásio Divino Braga, em Betim, e um grande público incentivou os cruzeirenses do início ao fim, para vencerem o adversário de virada, com parciais de 26/24, 21/25, 15/25, 25/22 e 15/11. Com o resultado garantido em casa, a Raposa está a um passo de conquistar mais um título nacional.

    O Minas chegou a fazer 2 sets a 1, mas o grupo estrelado voltou ao seu ritmo no quarto set, empatou e conseguiu fechar no tie-break.

“É importante ganhar nestes momentos difíceis, em um dia em que a equipe não joga tão bem, mas a vitória veio. Isso ajuda a gente a crescer. Nós soubemos sair de um momento de dificuldade e psicologicamente o time está de parabéns.     Foi o primeiro jogo em casa, aproveitamos a torcida e demos um passo importantíssimo. Agora é entrar com tudo no segundo, com sangue nos olhos, pra matar essa série”, afirmou o central Otávio, responsável por três bloqueios na partida e um ace no quinto set.

    Com 25 pontos marcados e 67% de eficiência no ataque, Wallace foi eleito o destaque da partida e ganhou mais um troféu VivaVôlei pra sua coleção. “Fico muito feliz de poder ajudar a equipe. Agora vamos estudar, ver o que a gente fez de bom, o que foi ruim, pra nos preparar para o próximo jogo. Não tem nada ganho e temos muito trabalho pela frente”, lembrou o oposto celeste.

    O levantador Fernando Cachopa destacou a evolução apresentada pelo time ao longo do jogo. “Jogar finais é sempre muito tenso. Dentro desse grupo a gente tem vários atletas que estão voltando a jogar uma final de Superliga, e é a minha primeira efetivamente em quadra. A gente tem que esforçar ao máximo pra ter lucidez o jogo todo. No começo tivemos muitos erros, e em vários momentos faltou respirar um pouco. Do meio pro fim da partida começamos a melhorar e a coisa fluiu. O Minas jogou muito bem, botou pressão o jogo todo. É uma final. Do outro lado a enfrenta uma equipe que foi a melhor da Superliga até agora, e temos que passar por cima dessas dificuldades. Na segunda partida essa tensão inicial acho que não terá mais. Todo mundo vai estar com a adrenalina lá em cima, com a agressividade lá em cima, e é assim que tem que ser em final”, avaliou Cachopa.

    A segunda e a terceira partida (caso necessária) terão mando de campo do Fiat Gerdau Minas e serão disputadas nos dias 1º e 8 de maio, em local ainda a ser confirmado.

Está é nona decisão de Superliga para o Sada Cruzeiro, que é o maior campeão brasileiro, com seis títulos conquistados.

    Sada Cruzeiro – Fernando Cachopa, Wallace, Rodriguinho, López, Otávio, Isac e o líbero Lukinha. Entraram Oppenkoski, Resley, G. Rech, Lucas Lóh e Cledenilson. Técnico – Filipe Ferraz

    Fiat Gerdau Minas – Wiliam, Sanchez, Honorato, Leozinho, Juninho, Kelvi e o líbero Maique. Entraram Everaldo, Vissoto e Arthur Bento. Técnico – Nery Tambeiro.


    Fotos: Agênciai7 / Sada Cruzeiro   

Autoria: Fonte: Cruzeiro E. C.