×
17/06/2022 16h05 Há 736 dias
Simespi disponibiliza quase 2 mil currículos para empresas

    Os 1.959 currículos recebidos pelo Simespi (Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas, de Material Elétrico, Eletrônico, Siderúrgicas e Fundições de Piracicaba, Saltinho e Rio das Pedras) e Sindicato dos Metalúrgicos de Piracicaba e Região foram digitalizados e estarão disponíveis a partir desta semana para as indústrias que tiverem vagas abertas e desejarem selecionar candidatos. Os documentos foram captados no último dia 31, quando as duas entidades sindicais realizaram uma força-tarefa no Ginásio Municipal Waldemar Blatkauskas.

    “Depois de recebermos os currículos, um grupo de funcionárias do Simespi e do Sindicato dos Metalúrgicos trabalhou na triagem do material. A ação teve uma repercussão tão grande que nos dias subsequentes à força-tarefa continuamos a receber os currículos dos interessados que se dirigiram à sede do Simespi. Decidimos fazer a digitalização dos documentos para disponibilizá-los às empresas de forma mais rápida”, explica Valéria Rueda Spers, gerente do Simespi.

    A força-tarefa mobilizou mais de 30 pessoas entre colaboradores e diretores do Simespi e do Sindicato dos Metalúrgicos que, durante o dia todo receberam os currículos de pessoas interessadas em trabalhar na indústria de Piracicaba e região. “Foi uma experiência incrivelmente positiva. Essa parceria inédita entre os dois sindicatos teve como proposta ampliar, para as indústrias, as opções de escolha de candidatos a vagas ofertas, bem como dar oportunidade de trabalho a quem busca uma recolocação no mercado ou mesmo o primeiro emprego”, explica Euclides Libardi, presidente do Simespi.

    Um link com todos os currículos foi criado no Google Drive pelo Simespi e está sendo enviado a todas as quase 200 empresas associadas à entidade. “Estamos pedindo que as empresas nos comuniquem eventuais contratações para avaliarmos os resultados dessa mobilização que, esperamos, traga bons frutos para todas as partes envolvidas”, conclui Valéria.

Autoria: Fonte: Radio Piracicaba