×
16/08/2022 07h46 Há 612 dias
Aegea ganha Prêmio ECO com projeto que integra lodo na economia circular

    A Aegea, líder em saneamento no setor privado, recebeu o Prêmio ECO pelo projeto “Integrando o Lodo no Conceito de Economia Circular na unidade Mirante de Piracicaba”. Promovida pela AMCHAM e Época Negócios, esta é umas das premiações mais tradicionais ligadas à proteção ambiental no país. Realizado há 39 anos, o Prêmio ECO foi pioneiro no reconhecimento de empresas que adotam práticas responsáveis, gerando reflexões sobre o desenvolvimento empresarial sustentável no Brasil. O case da Aegea foi analisado por um time de 50 jurados e especialistas, e competiu com 108 iniciativas. No total, foram reconhecidos 28 projetos de 27 empresas de diferentes portes e segmentos da economia.

    A Aegea investe continuamente em soluções voltadas à economia circular, especialmente com ações que envolvem o manuseio e reutilização do lodo em suas operações. O primeiro passo dessas ações é caracterizar as diferentes composições do lodo das estações de tratamento, assim como pesquisar o potencial de uso local e da recuperação química e energética do material. Um exemplo desse trabalho é o realizado na Mirante, concessionária da Aegea que opera o sistema de esgotamento sanitário em Piracicaba, interior de São Paulo. É um exemplo de parceria vencedora, envolvendo a empresa, a Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo e a Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (Esalq/USP).

    O presidente do Instituto Aegea, Édison Carlos, ressalta que a iniciativa é parte do compromisso da empresa com a qualidade do meio ambiente. “A Aegea tem um forte compromisso com os pilares ESG, então é uma alegria ver o reconhecimento de especialistas num projeto que não apenas trata o lodo, como o transforma em um material produtivo, conceito da economia circular”.

    Silvia Leticia Tesseroli, diretora presidente da concessionária Mirante, destaca que o projeto é parte de um seleto grupo de iniciativas inovadoras e inspiradoras em sustentabilidade desenvolvidas na Mirante. “O projeto do lodo integrado à economia circular contribui para inspirar o desenvolvimento de práticas sustentáveis no saneamento, além de deixar um legado positivo para a população. Ele foi desenvolvido por colaboradores da empresa, pela comunidade e pesquisadores locais, então ficamos muito honrados com a premiação.”

    “Na Mirante, desde 2020, realiza-se a secagem do lodo à luz solar, iniciativa que reduz o volume total de lodo gerado nas quatro maiores estações de tratamento do município. Com a geração de lodo de ETEs, de aproximadamente 1,2 mil toneladas por mês, a concessionária desenvolveu, também, o processo de compostagem, uma alternativa biológica para o tratamento do lodo, propondo uma disposição sustentável como fertilizante na agricultura, ao invés do encaminhamento tradicional a aterros sanitários. As iniciativas da Mirante, no que diz respeito aos processos de tratamento e disposição do lodo de estações de tratamento de esgoto, visam reduzir os impactos ambientais das operações das ETEs, buscando soluções cada vez mais comprometidas com as políticas de ESG da empresa”, comenta o gerente de operações da concessionária, Rodrigo Leitão, que também esteve na cerimônia de premiação.

     Ainda no caso do potencial do lodo das estações de tratamento, a Aegea investe em diversas pesquisas, buscando verificar o aproveitamento energético do material, como a “Plataforma de inovação para geração de energia a partir do hidrogênio usando fontes renováveis” – parceria com Faperj/UFF”. Através dela, se pesquisa a possibilidade de obtenção do bio-óleo e a incineração do material como fontes de energia em comparação às alternativas convencionais, evitando o descarte do lodo no meio ambiente. Outros usos de compostos à base de lodo são na fabricação de argamassas, cimento, tijolos, no tratamento de águas de baixa turbidez e na recuperação de coagulantes de controle de H2S.

    O Prêmio ECO - O prêmio ECO, cujo nome surgiu da fusão das palavras empresa e comunidade, foi fundado em 1982 para premiar práticas sustentáveis. Em 2022, o evento se juntou à Revista Época Negócios e seu canal “Um Só Planeta” para reconhecer as melhores e mais inovadoras iniciativas de ESG no Brasil. A organização do evento notou, neste ano, tendências como a parceria entre empresas de diferentes setores para endereçar temas complexos da agenda ESG, como o combate à violência doméstica e o desperdício de alimentos, assim como a preocupação das empresas com a circularidade de seus produtos.

    Sobre a Aegea - A Aegea Saneamento é companhia privada líder em saneamento, atuando por meio de suas concessionárias em diversos estados de norte a sul do Brasil. Com um crescimento consistente, a Aegea saltou de seis municípios atendidos em 2010 para 154 em 2021, em 13 estados, beneficiando mais de 21 milhões de pessoas. Esse crescimento só foi possível graças ao modelo de negócio da empresa, que tem como base eficiência operacional, foco na universalização do saneamento e investimentos responsáveis alinhados aos princípios ESG (Em português: Governança Ambiental, Social e Corporativa). Para mais informações, acesse: http://www.aegea.com.br/

Autoria: Caike Rizatto Taccelli Fonte: Aegea - Assessoria Piracicaba