×
31/03/2022 16h33 Há 785 dias
Cia. Metamorfose estreia peça de Eugène Ionesco no Teatro Erotides de Campos

ia. Metamorfose de Teatro estreia a peça A Cantora Careca, no Teatro Erotides de Campos, no Engenho Central, nesta quinta-feira (31), às 19h30. A apresentação é gratuita e os ingressos estarão disponíveis 1 hora antes do espetáculo, na bilheteria do Teatro. O projeto foi de A Cantora Careca foi contemplado com a Lei Aldir Blanc.

 

    O espetáculo expõe, de forma divertida, uma crítica à sociedade na qual impera a falta de individualidade e as ideias pré-concebidas, que privam o indivíduo da liberdade intelectual. "O autor convida os participantes a jogarem com ele, na construção da montagem, como se realmente caracterizasse a direção, como co-autoria.

 

    No caso da nossa montagem, além de toda a discussão que o texto do Ionesco propõe, o público se deparará com atores afrobrasileiros, representando a pseudo aristocracia inglesa, onde a empregada aparece na figura de uma loira, in  A Castigando reflexão sobre as condições e o papel destes indivíduos na sociedade universal", explica o diretor Carlos ABC.

   

    No elenco estão Rosângela Pereira (Sra. Smith), Leonel Ferraz (Sr. Smith), Daniela Tonin (Mary Empregada), Mayra Kristina (Sra. Martin), Wellington Camargo (Sr. Martin), Viviane Souza (Oficial Bombeira). A direção, adaptação, figurino e cenário são de Carlos ABC. O som é de César Nogueira, a música Fim do Absurdo é de Janilson Fialho, a luz fica a cargo de Maurício Augusti, a cenotécnica é de José Deodato Costa Bettelli e César Nogueira, as costuras do Atelier Valéria Souza, a maquiagem de Regina Giacomo. Pádua Soares atua como contrarregra e as fotos de divulgação são de Fran Camargo e de documentação de ensaios são de Tiago Rochetto. A produção é da Cia Metamorfose e Investe Produção e Gestão Cultural. A ilustração de material de divulgação é de Carlos ABC e a arte de divulgação de Carlinhos Cardozo.

    SERVIÇO - A Cantora Careca. Dia 31/03, às 19h30, no Teatro Erotides de Campos, avenida Maurice Allain 454, Nova Piracicaba, Parque do Engenho Central. Gratuito. Classificação indicativa 10 anos. Ingressos disponíveis 1 hora antes do espetáculo na bilheteria do Teatro.


  



    Foto: Fran Camargo

Autoria: Fonte: Prefeitura de Piracicaba