×
28/06/2022 17h57 Há 656 dias
Dia do Choro: grupo de Tatuí se apresenta no Losso Netto

    Fundado em 1993, o Grupo de Choro do Conservatório de Tatuí é um dos grandes incentivadores do gênero no Brasil, tendo como objetivo desenvolver a capacidade de improvisação, prática de repertório, sempre baseados na pesquisa e divulgação da categoria. Com essa iniciativa, o Grupo busca resgatar a prática do Choro, bem como as tradições e os melhores compositores do país.

    Coordenado pelo violonista Alexandre Bauab, o Grupo de Choro gravou seu primeiro CD em 1999. Além de participações nos CDs Horn Brasil (do trompista Adalto Soares); Soleil (da cantora francesa Clementine, artista da Sony Music do Japão); e da trilha do longa-metragem Divino, sobre o jogador de futebol Ademir da Guia.

    HISTÓRIA - Hoje, para o Dia do Choro foi escolhida em homenagem ao aniversário do instrumentista brasileiro Aníbal Augusto Sardinha, o histórico Garoto - compositor de melodias baseadas nos mais diversos ritmos que marcaram épocas do cenário musical brasileiro, como samba, boleros, xotes, entre outros estilos populares, quanto pelo uso de elementos jazzísticos, além de apreço pelos instrumentos de cordas dedilhadas como violão, violão tenor, bandolim, cavaquinho, guitarra havaiana e banjo.

    Apesar de todo talento com ritmos e instrumentos musicais, Garoto ficou conhecido mesmo como autor das músicas Gente Humilde e Duas Contas, e também devido os sucessos como Lamentos do Morro, Jorge da Fusa, Tristezas de Um Violão, Desvairada e Gracioso.

    SERVIÇO - Dia Estadual do Choro – Grupo de Choro do Conservatório de Tatuí. Hoje, 28/06, às 19h30. Entrada gratuita. Para quem quiser e puder, também pede-se a doação de um 1 litro de leite ou uma lata de leite em pó que serão doados ao Fundo Social de Solidariedade (Fussp). Retirada dos ingressos: 1 hora antes do espetáculo. Classificação: Livre. Local: Teatro Municipal Dr. Losso Netto -.Av. Independência, 277 - Alto, Piracicaba – SP.

Autoria: Silvana Duarte Cavicchioli /CCS Fonte: Prefeitura de Piracicaba