×
25/05/2022 19h02 Há 759 dias
Estado libera R$ 10,7 milhões extras para combate à dengue

    O governo do Estado está investindo R$ 10,7 milhões para ajudar prefeituras no controle da dengue, zika e chikungunya. Os 291 municípios beneficiados foram selecionados com base nos indicadores epidemiológicos e entomológicos. Os recursos serão utilizados em ações de combate à disseminação do mosquito transmissor e monitoramento dos casos notificados.

    A iniciativa faz parte do Plano de Contingência para a prevenção e controle da disseminação da Dengue, Zika e Chikungunya.

    O Estado de São Paulo registrou, em 2022, 153 mil casos de dengue e 119 óbitos. Em 2021, no mesmo período, foram contabilizados 117 mil casos de dengue e 44 óbitos. Até o momento, os municípios paulistas contabilizam 174 casos confirmados de chikungunya e dois casos de zika, sem nenhum óbito.

    “O investimento é fundamental para diminuir os casos de dengue em todo Estado. Além de ser uma questão de saúde pública, é de extrema importância conscientizar a população sobre a importância de evitar novos focos de ovos do mosquito transmissor”, afirma a Diretora de Vigilância Epidemiologica, Tatiana Lang.

    O Plano de Ação tem como objetivo intensificar as visitas domiciliares aos imóveis para a eliminação de potenciais criadouros existentes, realizar a nebulização ambiental, para eliminação de insetos infectados e mobilizar a população na adoção de medidas para evitar criadouros nas residências.  Essas atividades são conduzidas pelos municípios, com apoio técnico do Governo de SP.

    PREVENÇÃO - O enfrentamento ao mosquito Aedes aegypti é uma tarefa contínua e coletiva. As principais medidas de prevenção são: deixar a caixa d’água bem fechada e realizar a limpeza regularmente; retirar dos quintais objetos que acumulam água; cuidar do lixo, mantendo materiais para reciclagem em saco fechado e em local coberto; eliminar pratos de vaso de planta ou usar um pratinho que seja mais bem ajustado ao vaso; descartar pneus usados em postos de coleta da Prefeitura.

Autoria: Assessoria Governo do Estado Fonte: Governo do Estado de São Paulo