×
09/03/2022 18h00 Há 767 dias
Carimbo de placenta, a ‘árvore da vida’, eterniza emoção do parto

    O nascimento de Heloísa Vitória Cardoso Aguiar, no dia 21 de fevereiro, na Maternidade da Santa Casa de Piracicaba, se tornou ainda mais especial para Thainá Fernanda de Aguiar dos Santos, de 23 anos, ao receber da equipe de enfermagem o carimbo de placenta, a ‘árvore da vida’. Heloísa, a primeira filha, nasceu de 38 semanas, pesando 3,280 kg. Por ter nascido com cardiopatia fetal, ela permanece internada na UTI Neonatal do Hospital e precisa passar por cirurgia de correção.

    “Ficou lindo demais. Eu havia comentado com as enfermeiras sobre essa 'árvore da vida' e elas fizeram com todo amor e carinho. Escreveram em volta frases positivas, de superação, de amor e isso nos tocou bastante, principalmente pelo momento que estamos passando com a nossa filhinha. Estamos encantados, meu marido e eu. Não temos nem palavras para agradecer toda a equipe, tanto da maternidade e agora da UTI Neonatal, pois nossa Heloísa precisa de uma cirurgia para fazer uma correção no coraçãozinho e todos estão nos dando todo suporte”, diz Thainá emocionada.

    De acordo com enfermeira coordenadora da Maternidade, Janaina Higashi, assim que o bebê nasce a equipe pega a placenta, faz a higienização e retira o excesso de sangue proveniente do parto. Em seguida, é passado sobre o órgão tintas que podem ser coloridas ou apenas de uma cor. Há ainda a opção de usar o próprio sangue para fazer a ‘arte’. Dessa forma a placenta vira um ‘carimbo’, que imprime uma estampa fazendo alusão ao formato de uma árvore, com seus galhos e ramificações. Nele, são anotadas informações a respeito do parto, como tempo de gestação, data em que o parto ocorreu, nomes dos pais, nomes da equipe que participou do nascimento, além do peso, tamanho, nome do bebê e frases tocantes. Com a finalização, a arte segue para secagem e é entregue no mesmo dia para a mãe. A confecção do carimbo de placenta foi feita pela enfermeira obstétrica Juliana Marchiori.

    “A placenta é um órgão fetomaternoessencial para a mulher durante a gestação, pois é ele que dá suporte ao bebê, transportando nutrientes, sangue, oxigênio e o mantendo vivo dentro do útero pelo período gestacional. A caracterização da placenta como ‘árvore da vida’ tem um duplo sentido, pois além do desenho parecer uma árvore, a placenta, também, é um órgão formado na gestação para as trocas fisiológicas entre a mãe e o bebê. É pela placenta que a mãe purifica a respiração do feto, retirando o gás carbônico e fornecendo oxigênio. É a ligação da vida, o vínculo do amor”, ressalta Janaina. 

    Para Daniel Aguiar, marido de Thainá e pai de Heloísa, o presente tem um grande significado para a família. “Só temos a agradecer toda equipe que tratou e tem tratado a gente muito bem. A ‘árvore da vida’ que fizeram da Heloísa ficou maravilhosa e confesso que é a primeira vez que eu vejo algo assim. Só tenho elogios para todos e agradecer a Deus por tudo. É uma lembrança para da vida toda e que já está em um quadro lá em casa, esperando pela Heloísa”.

Autoria: Fonte: Santa Casa de Piracicaba