×
31/08/2022 13h06 Há 685 dias
Fop/Unicamp: Flávio Aguiar toma posse como diretor

    O cirurgião-dentista Flávio Henrique Baggio Aguiar, da área de Dentística, tomou posse como diretor da Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP) da Unicamp na semana passada, para o quadriênio 2022 – 2026. A cerimônia, realizada no salão nobre Plínio Alves de Moraes, foi presidida pelo reitor da Unicamp, Antonio José de Almeida Meirelles. O nome da professora Karina Ganzales Silverio Ruiz, da área de Periodontia, foi escolhido para ocupar o cargo de diretora associada. Flávio Aguiar substitui o professor Francisco Haiter Neto, que esteve à frente da FOP no quadriênio 2018 – 2022.

    Várias autoridades participaram da solenidade, entre elas, Pró-reitores da Unicamp, vereadores de Piracicaba, representantes de classe, além de docentes, funcionários e alunos. O reitor, Antonio José de Almeida Meirelles, destacou os serviços que a FOP presta à sociedade, a importância dos Programas de Pós-Graduação e que pretende estreitar laços com a Unidade. Ainda comentou sobre a possibilidade de ampliação dos cursos na FOP e que a Unidade deveria ter um papel maior na área de saúde. Ele tem interesse em desenvolver projetos em conjunto com a Unidade.  Aguiar pretende dar continuidade às obras da atual gestão, como finalizar a construção do Centro Clínico Multidisciplinar, que trará mais unidades de atendimento, e o Centro de Convivência (antiga Asfop). “Daremos todo o suporte necessário ao ensino, à pesquisa e à extensão e atendimento aos pacientes. Pretendemos avançar na melhoria das infraestruturas físicas e  tecnológicas, e otimizar e aumentar os recursos pessoais necessários. Assim, acreditamos que podemos melhorar ainda mais à qualidade de vida dos nossos alunos, servidores e usuários da FOP”, destaca.  

    O professor possui graduação em Odontologia (1998), mestrado (2000) e doutorado (2004), ambos em Clínica Odontológica e todos pela FOP-Unicamp. Foi Coordenador Associado da Graduação (2011-2014) e Coordenador da Graduação (2014-2018). Tem experiência na área de Odontologia, com ênfase em Dentística, atuando principalmente nos seguintes temas: resina composta, infiltração marginal, fotoativação, sistemas adesivos e técnica de restauração. Em seu discurso de despedida, emocionado, Haiter fez uma retrospectiva dos quatro anos de mandato. Em um cenário de incertezas ocasionadas pela pandemia do coronavírus, foi coroado pela aprovação de recurso financeiro na ordem de 12 milhões de reais para conclusão do Centro Clínico Multidisciplinar. Outro ponto destacado pelo docente, foi a reforma da Clínica Odontológica de Graduação, que segundo ele, é considerada uma das melhores do Brasil.

    A professora Karina é a primeira mulher a ocupar o cargo de diretora associada na FOP. A escolha pelo nome da docente reflete a mudança que vem acontecendo na odontologia. Atualmente, 72% (329) dos alunos de graduação na Unidade são mulheres. Na pós-graduação as mulheres têm uma representatividade de 62% (323). No quadro de docentes da FOP, as mulheres já ocupam 38% (29) enquanto que, entre os servidores não docentes, 57% (65) dos cargos são ocupados por mulheres. 

     A professora prefere atribuir a indicação do seu nome à sua trajetória dentro da Instituição, à circunstância de ser mulher. Desde a sua contratação como docente, a professora Karina destaca que teve a oportunidade de Coordenar o Programa de Pós-Graduação em Clínica Odontológica e em seguida, ocupou o cargo de Coordenadora Geral da Pós-Graduação. “Essas duas experiências possibilitaram um bom aprendizado sobre o funcionamento da pós-graduação, além de vivenciar um pouco do aspecto administrativo da Instituição”, disse a professora. Segundo Karina, ela e o professor Flávio estão unindo as suas experiências. Ele como Coordenador de Graduação e Diretor Associado e ela, com a sua participação na Pós-Graduação. Dois pilares importantes dentro da FOP. A professora ressalta que, apesar do cargo de diretor associado ser o maior cargo que uma mulher já ocupou na Unidade, outras mulheres já tiveram representatividade importante na FOP.

    A Unidade, fundada em 1957, tem como diferencial o alto nível de seus Programas de Pós-graduação, o qual possui 4 dos 11 cursos de excelência em odontologia do país e possui expressiva produção científica nacional na área odontológica.  É responsável, junto com a Prefeitura do Município de Piracicaba, pela taxa de incidência de cárie na cidade ser menor que a média nacional.
Com aproximadamente 980 alunos, distribuídos nos cursos de graduação em odontologia e pós-graduação, a Unidade se encontra entre as 20 melhores faculdades de odontologia do mundo. Os recursos humanos são formados por 77 docentes e 115 funcionários. Semanalmente, são atendidos cerca de 1500 pacientes.

Autoria: Cesar Maia Fonte: FOP/Unicamp