×
16/09/2022 16h15 Há 576 dias
Lions Internacional entrega máquinas de hemodiálise à Santa Casa

    A Unidade de Hemodiálise da Santa Casa de Piracicaba recebeu sete novas máquinas e sete poltronas para hemodiálise, em doação oficializada pelos cinco clubes Lions de Piracicaba, com apoio do Distrito LC3 e da Fundação Lions Internacional.

    “É de fato uma grande honra para a Mesa Diretora e Administrativa da Santa Casa de Piracicaba receber os representantes dos Lions para a entrega de equipamentos que já estão sendo utilizadas no processo de assistência às comunidades das 26 cidades para as quais a Santa Casa é referência em assistência pelo SUS- Sistema Único de Saúde”, disse o provedor João Orlando Pavão.

    Em complemento, o médico Alex Gonçalves, coordenador da Unidade, disse que a Clínica mantém 198 pacientes em hemodiálise e 49 em diálise peritonial. “Fomos credenciados no final de 2021 como clínica especializada em atendimentos à pacientes com doença renal crônica”, ressaltou o nefrologista, lembrando que a Unidade foi um dos primeiros serviços a se credenciar no Estado de São Paulo e o único da região para este tipo de atendimento.

    Ele conta que, atualmente, a Unidade dispõe de 40 máquinas para os atendimentos ambulatoriais e de urgência, realizados nos turnos da manhã, tarde e noite, quando uma equipe composta por 55 profissionais das áreas médica, de enfermagem, nutrição, psicologia, serviço social, manutenção, higiene, almoxarifado e administrativo são responsáveis por todos os processos da assistência.  

    Durante sua fala, o vice-governador do Distrito LC3 e coordenador deste projeto de doação, João Antonio Borges, agradeceu o empenho e união dos Lions Piracicaba. “Isso porque a Fundação Lions Internacional contribui com 75% do valor dos projetos apresentados; os outros 25% são de nossa responsabilidade”, disse.

    Ao ressaltar a importância da atuação do Lions em nível mundial, o ex-governador do Distrito LC3 e administrador do subsídio, Sérgio Luís Magri, lembrou que o Lions Internacional é a única organização não governamental a manter uma cadeira cativa junto à ONU- Organização das Nações Unidas. “São 48 mil clubes no mundo todo atuando desde 1917, tendo entregado até o momento mais de um bilhão de dólares em subsídios”, disse Magri, revelando-se orgulhoso pela doação por saber que as máquinas serão de grande utilidade para a Santa Casa.

    Ele finalizou afirmando que um de seus objetivos é trabalhar para que os 59 clubes que compõem o Distrito LC3 sejam estimulados a apresentar projetos que atendam às necessidades da população, sobretudo a mais carente. A governadora do Distrito LC3, Maria Ângela Nascimento Rebuá, lembrou que não foi fácil concluir este processo de doação. “Procuramos a Santa Casa, nos organizamos, nos reunimos diversas vezes para a elaboração do projeto, superação de todos os problemas burocráticos que surgiam e respeito às regras do Lions, que seguem a parâmetros internacionais”, disse.

    Ela justificou a iniciativa ressaltando o empenho dos “leões” no enfrentamento do sofrimento e das necessidades da população por meio de ações humanitárias para um mundo mais igualitário, pacífico e justo. “Sei que as máquinas são importantes para prolongar e promover qualidade de vida aos pacientes e isso nos dá a sensação de gratidão”, concluiu

Autoria: Fernanda Moraes Fonte: Santa Casa de Piracicaba