×
19/05/2022 19h00 Há 758 dias
Mostra Almeida Júnior retoma formato presencial no Teatro Dr. Losso Netto

    A Mostra Almeida Júnior retoma, após dois anos no formato virtual, ao formato presencial. A abertura e premiação estão marcadas para este sábado (21), às 19h30, no Teatro Municipal Dr. Losso Netto.  Os trabalhos ficarão expostos no teatro até dia 19/06.  Para esta 34ª edição, a Mostra recebeu mais de 40 inscrições de 35 artistas nas categorias acadêmica e contemporânea do município e da região. No total 81 trabalhos ficarão expostos. A entrada na Mostra é gratuita.

    Sob a curadoria de Viviane Gibin, a realização da Mostra é da Associação Piracicabana dos Artistas Plásticos (Apap), com apoio da Secretaria Municipal da Ação Cultural de Piracicaba (Semac). Para o Presidente da Apap, Odair Demarchi, significa muito, tanto para o público como para os artistas, poder ter as obras expostas à visitação novamente. "Depois de dois anos, é uma grande alegria poder voltar ao formato presencial com segurança", frisa Demarchi. Demarchi explica também que o conteúdo das mostras realizadas em formato virtual permanecem à disposição do público na redes sociais da Associação "possibilitando o alcance do público em diferentes partes do mundo."

    A MOSTRA – Criada em 1989, a mostra é um dos mais antigos e mais importantes eventos de arte de Piracicaba. Realizada de forma ininterrupta,  tem como propósito valorizar os artistas e oferecer à sociedade o conhecimento de novas linguagens e técnicas pictóricas. Apesar de não contemplar obras do artista que dá nome à Mostra, a exposição é uma homenagem ao pintor e desenhista brasileiro José Ferraz de Almeida Júnior, que passou parte da sua vida em Piracicaba.

Júnior foi um desenhista e pintor nascido em 8 de maio de 1850 em Itu e falecido em 13 de novembro de 1899 aos 49 anos em Piracicaba, ambas as cidades no interior do Estado de São Paulo. Seus trabalhos mais representativos estão na     Pinacoteca do Estado de São Paulo numa sala que leva seu nome.

    Confira os premiados desta edição:

    Categoria Acadêmica

    Medalha de Ouro - Robinson Tuon, pela obra "Adão";

    Medalha de Prata - João Caravita, pela obra "Velho Cais";

    Medalha de Bronze Celito Bonette, pela obra "Trilha à Beira Mar";

    Menção Honrosa - Carlos Valério, pela obra "Enseada";

    Menção Honrosa - Irene Barone Fraga, pelo conjunto das obras "Mãos que trabalham, Mãos que alimentam, Mãos que clamam".

     Categoria Contemporânea

    Medalha de Ouro - Arlete Brito, pelo conjunto das obras "Vejo flores em você - joelho e vejo flores em você - ombro";

    Medalha de Prata - Melissa Sanches Pozzi, pelo conjunto das obras "Dancing with myself 1, 2 e 3";

    Medalha de Bronze - Adalgiza Vaz Rimoli, pela obra "Série Paisagens: Paisagem 1";

    Menção Honrosa - Marilu Trevisan, pela obra "Moradores de rua";

    Menção Honrosa - Antônio Natal Gonçalves, pelo conjunto das obras "Triptico e 2022 Pequena paisagem".

    Menção Honrosa - Pedro Zagatto, pela obra "abs.I";

    Menção Especial do Júri  - Maíra Carvalho, pelo conjunto das obras: "Sem Título 1,2 e 3";

    Menção Especial do Júri Silvia Dionísio, pelo trabalho "Águas do Mirante";

    Prêmio Incentivo do Júri - Josimara Elisa, pelo trabalho "Folha bailarina";

    Prêmio Incentivo do Júri -  Paulo Bhai, pelo trabalho "Portal do Para

Autoria: Secretaria Municipal de Ação Cultural Fonte: Prefeitura de Piracicaba