×
14/05/2022 07h30 Há 795 dias
Prefeitura de Piracicaba faz arrastão contra a dengue no Novo Horizonte

    Neste sábado (14), das 8h às 14h, a Prefeitura de Piracicaba, por meio de Plano Municipal de Controle ao Aedes (PMCA), ligado ao Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), da Secretaria Municipal de Saúde, realiza mais um arrastão da dengue para combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela urbana, na região do Novo Horizonte, passando também pelos bairros Kobayat Líbano, Parque dos Sabiás, Jardim Santa Maria, Vila Liberdade e Santa Fé 1, 2 e 3. A concentração será no Varejão Municipal do Novo Horizonte, à rua Lauro Fernandes Campos Ferrari. O último arrastão, dia 07/05, passou pela região do Algodoal e recolheu seis toneladas de inservíveis.

    A orientação é para que os moradores deixem nas calçadas qualquer material que possa acumular água. Não serão recolhidos entulho, lixo doméstico e galhos de árvores. "Ao longo da semana passamos com carro de som nessa região, informando a população sobre o arrastão e dando as devidas orientações para que a ação atenda as expectativas, assim como ocorreu nas ações anteriores", esclarece Sebastião Amaral Campos, o Tom, coordenador do PMCA.

    De acordo com o banco de dados da Vigilância Epidemiológica, de 1º/01 a 06/05 de 2022, foram 2.209 notificações de casos suspeitos para a dengue, com 504 confirmações e nenhum óbito registrado. No mesmo período de 2021, foram 10.581 notificações, com 4.412 confirmações e nenhum óbito.

    EDUCATIVO – No último sábado (07), equipes do PMCA, em parceria o programa USP Recicla e o NEA (Núcleo de Educação Ambiental) da Sedema (Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente), realizaram ação educativa junto aos coletores independentes de material reciclado residentes nas ruas Alberto Pinto da Fonseca e João Raimundo do Nascimento, locais considerados insalubres para estes recicladores que também convivem com animais nocivos à saúde como baratas, roedores, escorpiões e muitos criadouros do mosquito da dengue. 

    A ação passou por 50 residências e espaços utilizados para separação de recicláveis. Um deles foi do autônomo William César Ferreira de Araújo, que trabalho com o recolhimento de material reciclável há três anos. "Pra gente é importante receber essas visitas das equipes da Prefeitura. Às vezes fazemos algo que é prejudicial sem perceber e com essas orientações conseguimos melhorar nossas condições de trabalho e também de não sermos um local que possa ser foco de reprodução do mosquito da dengue e outros animais", afirmou o reciclador.

Autoria: Fonte: Prefeitura de Piracicaba