×
12/05/2022 15h30 Há 707 dias
Sabia que para higienizar as mãos ‘ de verdade’ leva um minuto?

    Quem diria que uma simples, mas eficiente lavagem das mãos com o uso de água corrente e sabão,  fosse capaz de prevenir centenas de doenças? É isso mesmo. A técnica, descoberta no século 19 pelo médico húngaro Ignaz Semmelweis, demorou para ser disseminada mundo afora, mas hoje é prova irrefutável de que se as mãos estão higienizadas, o risco de contaminação diminui drasticamente.

    "No auge da pandemia da covid-19, entre os anos de  2019 e 2021, nunca se falou tanto sobre a importância de manter as mãos higienizadas e limpas, já que o novo coronavírus é transmitido por gotículas e salivas se que ‘prendem’ à pele e, se levadas à boca ou aos olhos, às mãos são veículos diretos para levar o vírus ao organismo", explicou a enfermeira coordenadora da CCIH (Comissão de Controle de Infecção Hospitalar) da Santa Casa de Piracicaba, Fernanda Rosa.

    No dia Mundial de Higienização as Mãos (05/maio), ela reforça a importância de manter as mãos limpas. “As mãos são as principais vias de transmissão de germes e microrganismos em geral e, caso não estejam devidamente limpas, ações simples como coçar os olhos, o nariz, falar ao telefone, pegar no dinheiro e utilizar o transporte público podem causar uma série de doenças como resfriado, gripe, conjuntivite e diarreia, entre outras doenças, inclusive a covid-19”, salienta.

    Segundo a enfermeira, dados da OMS (Organização Mundial da Saúde) revelam que com o simples ato de higienizar as mãos é possível reduzir em até 40% a incidência de infecções e doenças. “A prática e, muitas vezes a insistência em mostrar a importância de higienizar as mãos, é uma de nossas ações diárias dentro de um ambiente hospitalar”, ressalta Fernanda. 

    Ela lembra que estudo do Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) mostrou que 41% das mortes de recém-nascidos podem ser evitadas pelo simples ato de higienizar as mãos, jogando literalmente água abaixo a infecção trazida por vírus e bactérias. "No Brasil, de acordo com dados da Anvisa, cerca de 25% das infecções registradas são causadas por microrganismos multirresistentes —aqueles que se tornam imunes à ação dos antibióticos", alertou. 

    MAS E VOCÊ, SABE MESMO LAVAR AS MÃOS?

    Acompanhe o passo a passo:

    Use a quantidade de sabão suficiente para que a espuma cubra toda a superfície das mãos (lembre-se de tirar anéis e pulseiras);

    Dedique de 15 a 20 segundos só no ato de esfregar. Não precisa ficar contando, cante o "Parabéns a você" por duas vezes que dá o tempo certinho;

    O ritual completo deve durar cerca de 50 segundos;

    Capriche na limpeza do espaço entre os dedos;

    Esfregue também o dorso e o punho;

    Seque com toalha descartável (em ambientes coletivos);

    Se a torneira não for automática, use a tolha de papel para fechá-la, ou lave também a torneira antes de lavar as mãos;

    Vale também ter sempre à mão álcool gel para fazer a limpeza quando não houver outros meios à disposição

Autoria: Fonte: Santa Casa de Piracicaba