×
18/04/2022 09h00 Há 820 dias
Trabalho de professor da EEP é selecionado para o Creativity Day

    O trabalho proposto pelo coordenador do curso de Engenharia de Produção da Escola de Engenharia de Piracicaba (EEP), professor André de Lima, está entre os selecionados para participar do World Creativity Day (WCD),  maior festival colaborativo de criatividade do mundo que  acontece de forma online e gratuita nos próximos dias 20, 21 e 22 de abril em diversas cidades ao redor do mundo.

    Lima participa do festival com o projeto estudantil “Aprender Fazendo”, para ilustrar o processo de concepção, gestão e construção de carro monotor off-road dentro do projeto Baja EEP, em que o aluno sai da sala de aula para aprender na prática, aplicando conceitos e acompanhando os resultados com o carro já construído.

    O convite partiu da representante do WCD em Piracicaba, Thais Lacerda. “Estamos orgulhosos; pois o trabalho apresentado pela EEP foi o 2º mais visto no mundo inteiro”, considerou Thais, lembrando que inscrições e acesso aos trabalhos do festival podem ser feitos pelo   www.worldcreativityday.com.

    Lima revela que, no dia 22, vai abordar a transição vivenciada pelos alunos depois da baixa mobilidade da equipe em função pandemia. Ele conta que, agora, com o retorno presencial das atividades, a equipe Baja está ‘garimpando’ novos talentos para compor o grupo e preparando o carro para competição do Campeonato Baja Nacional, que começa no dia 20 de abril. “Vamos participar do Nacional com o carro de número 68”, antecipou o coordenador.

    Ele destaca a importância de discutir um pouco esse processo de aprendizado e  mostrar as inúmeras vantagens de capacitar o aluno com atividades práticas que acabam diferenciando, e muito, o engenheiro puro do engenheiro que,  desde o início do curso, começa a se envolver com atividades práticas de engenharia, a exemplo do projeto Baja.

    “É emocionante observar todo o processo de fabricação do carro off-road, passando pelos conceitos e aprendizados necessários à concepção do projeto, produção, fabricação, criação de linha de produção, elaboração de projeto de viabilidade e aceitação do produto no mercado”, considerou.

    Para o coordenador, a dinâmica prática empregada no projeto promove um rico e forte aprendizado em engenharia por tirar o aluno da sala de aula e inseri-lo em meio a um cenário que simula a realidade de mercado que o aluno vai encontrar em sua vida profissional. “É um projeto ímpar aos alunos de engenharia da EEP, instituição que se destaca nessa atividade desde 1997 com a proposta de formar profissionais mais qualificados para o mercado.


  Foto: Divulgação/Fumep/EEP

Autoria: Nilma Moratori Fonte: Fundação Municipal de Ensino