×
02/08/2022 17h10 Há 621 dias
Vereadores cobram Prefeitura sobre chamamento de contratos esportivos

    Os vereadores Pedro Kawai (PSDB) e Thiago Ribeiro (PSC), protocolaram esta semana, o Requerimento de Informações nº 557/2022, que pede detalhes sobre o processo de chamamento público que vem sendo realizado pela Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Atividades Motoras (SELAM), para a possível contratação de empresas esportivas de diversas modalidades, a fim de retomar projetos interrompidos no início da atual Administração Municipal.

    No documento, os parlamentares, amparados amparo pela Lei Federal Nº 12.527, de 18/02/2011, que regula o acesso a informações, indagam o Chefe do Executivo sobre três questões principais: qual é a real situação no que tange à elaboração dos referidos contratos a serem firmados com entidades vencedoras do certame, se há alguma previsão para a assinatura desses contratos, e qual será o servidor ou servidora da Procuradoria Jurídica, que ficará responsável pela elaboração da documentação.

    Tanto Kawai quanto Ribeiro vêm cobrando agilidade do governo municipal para a retomada das atividades esportivas na cidade, e o requerimento, segundo eles, é uma forma de a Administração Municipal dar respostas conclusivas sobre o tema.

    Por diversas vezes, Kawai trouxe o tema à discussão nas reuniões camarárias, citando que, “anteriormente à interrupção dos contratos esportivos, a cidade possuía profissionais atendendo a 52 modalidades esportivas, muitas delas que tiravam meninos e meninas das ruas no contra turno escolar, oferecendo-lhes um atendimento psicológico, social e esportivo importantíssimo”.

    Já o vereador Thiago Ribeiro, que também incentiva a prática esportiva como atividade física, social e até profissional, disse que acompanhará de perto todo o processo, pois é dever de ofício dos vereadores, fiscalizar os atos do Poder Executivo.

    O requerimento dará entrada apenas após o recesso parlamentar, na primeira semana de agosto e, caso seja aprovado, seguirá para providências do prefeito, que tem até quinze dias para apresentar respostas aos requerentes. 

Autoria: Marcelo Bongagna Fonte: Gabinete Vereador Pedro Kawai